Obrigado, Syriza

Graças à Grécia, hoje todos conhecemos com exactidão as fronteiras que definem o mapa da eurozona. A má notícia é que nesse mapa surge o grotesco desenho de uma prisão política à escala continental. Agora que tudo é mais nítido - poderes, poderosos e seus colaboradores - em breve saberemos se a democracia na Europa pode ser perigosa ou se está condenada a ser irrelevante.



<< Home