Bruno de Carvalho



Depois da polóemica a céu aberto, Bruno de Carvalho reitera que Marco Silva é para ficar. Todos conhecemos aquelas pessoas que se aguentam na relação à espera que o outro dê o próximo passo, seja pela plausível expectativa de não arranjarem melhor (com esta barriguinha a coisa coisa não promete), seja por medo do juízo castigador da história ante um voluntarismo capaz de se revelar suicida. Dizer em voz alta que te amo esperando que me magoes é, para alguns, uma forma sensata prevenir mágoas de maior.




<< Home