Uma imensa vitória semântica: "Saída Limpa"

Cada vez que dizemos "saída limpa" para renunciar à ideologia que a baptizou, ajoelhamos perante uma imagem de barro húmido. Quem denúncia o triunfalismo da "saída limpa" capitula perante a linguagem que define os termos do que é criticável. A popularização do nome da coisa como "saída limpa" é, reconheçamos, uma imensa vitória simbólica dos poderes neoliberais e dos média que os servem (entre eles - contra mim falo - as redes sociais dobradas à hegemonia acabada de inventar).

Sob o épico da recuperação de soberania estatal seguirá o suplício dos esmagados por um estado servil, agora camuflado por miríficos triunfos económicos e por feitos semânticos realmente assombrosos.



<< Home