Quase

7 anos depois, o 'quase' de Sá Pinto numa meia-final é mais grato para os sportinguistas do que o 'quase' de 'José Peseiro' numa final. No totalitarismo da sua medida, é o regime de expectativas que define as alturas do vivido.



<< Home