Zenit

O empate com Zenit deixou uma tristeza que há muito o futebol não me trazia. Pouco capaz de expiar a desolação, por uma vez, restou-me maldizer um apego excessivo às lides da bola. Na manhã seguinte, ao meu lado, no Intercidades, sentou-se uma rapariga com um cachecol do Porto. Por estas linhas imito-lhe o gesto. Nenhuma outra imodéstia nos seguirá pelos anos, dediquemo-nos, sem pudores, à ostentação das paixões vencidas.

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home