Kadhafi: melhor plano de fuga era impossível

Sobre a hipótese de fuga, Saif al-Islam, o filho herdeiro de Kadhafi respondeu assim:
"Nosso primeiro plano é viver e morrer na Líbia. Nosso plano alternativo é viver e morrer na Líbia."
Não se equivoquem entrevendo coragem ou fina ironia nestas palavras. Os ditadores, moldados pelo exercício do poder autocrático, industriados na monomania do trono, não têm vocação ou talento para forjar alternativas, pelo que, na vida pessoal como na política, o plano b é quando muito uma subtil variação do plano a. Mais que isto é pedir muito. Quando um autocrata propõe reformas para apaziguar descontentamentos populares, já devíamos saber o que vêm aí. Se em nenhum outro lugar, a bondade da revolução está na criatividade que troca a monomania de um eu majestático pela majestade inicial dos começos.

Comments:
Parece aquela célebre frase de Mourinho a meio do primeiro campeonato que venceu pelo Porto: "À 12ª Jornada, em condições normais seremos campeões. À 12ª jornada, em condições anormais também seremos campeões."

Neste campeonato, não creio que a família Kadafy vá a escapar com vida.
 

Enviar um comentário

Comentários



<< Home