A blogosfera ainda nos comove

"O blogue Arrastão é dos melhores, opinião assertiva e escrita inteligente. Esta semana, Bruno Sena Martins, um dos autores do blogue, escreveu: "Otamendi, curioso nome, soa como que vindo da América do Sul, mas afinal vem da Argentina." Houve um leitor na caixa de comentários que escreveu: "Otamendi, curioso nome, soa como que vindo da América do Sul, mas afinal vem da Argentina??????????" Reparem, a contribuição do leitor foram dez pontos de espantação. Bruno Sena Martins respondeu lembrando a ironia óbvia - os argentinos, entre os sul-americanos, gostam de ser excepcionais. O meu problema é: o autor justificou-se. Não deixou o leitor com a contradição dele, leitor: então, frequenta um blogue, sem que ninguém o obrigue, onde não se sabe que a Argentina é sul-americana? Esse é um dos problemas modernos: os pedaços de asno comentam de mais, espantam-se de mais. Nelson Rodrigues, o cronista brasileiro (não há nenhum cronista português que lhe chegue aos calcanhares), um dia escreveu, num dos seus bilhetes: "(...) esse é um mau tempo do quinto acto do Rigoletto." Naquele tempo (1967), os felizes leitores do carioca Correio da Manhã maravilhavam-se com uma das escritas em português mais luminosas do séc. xx . Hoje, um pedaço de asno poria o dedo no ar: "Hei, o Rigoletto só tem três actos!!!" Não é por nada, mas muito dedo no ar impede os asnos de saborear." Ferreira Fernandes, Diário de Notícias

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home