Green



Robert Green lutará até ao fim dos seus dias para ser recordado por outros motivos que não o erro que ontem deu o golo do empate aos Estados Unidos, mas com o mediatismo exacerbado de um Mundial será vagamente impraticável sobreviver ao golo de Dempsey. Das lides  inglórias do mister de guarda-redes, vale a pena lembrar o triste fim de carreira de Zubizarreta, no mundial de 98, com um golo concedido à Nigéria.



O respeito pelos guarda-redes, modalidade pouco praticada entre os adeptos, deveria partir da noção mínima de que, em futebol, a eles cabe o protagonismo no momento mais memorável da tragédia.



<< Home