Jesualdo

Recebo mensagens de amigos que me querem convencer a deixar cair Jesualdo Ferreira. Estimo-os, mas só posso concluir  que não percebem o significado de "aconteça o que acontecer". A lealdade assim expressa carrega gratidão, carrega convicção no retorno dos momentos de glória, mas carrega também a crença no valor imanente à partilha do fracasso. Quem não percebe isto é, por defeito, um vencedor.

Comments:
Ainda bem que te mandei um sms com esse teor! E como sabes, já o faço desde o primeiro ano, mesmo em tempos de vitória!

Falta alma, pressão, atitude onde sobra medo, receio e sempre uma visão defensiva, num clube que levou décadas a assumir-se como " O Porto".

Se todos os outros (Benfica e Sporting" querem os seus clubes "À Porto", porque havemos de nos contentar com menos que isso?

E com as lealdades no mundo do futebol podemos bem. Acabamos por ter uma estratégia "À Sporting" de arrastar o evidente...

Venha o próximo e que o Jesualdo tenha sorte no futuro. Já se pode reformar contente e satisfeito! Terminou em bem...

Jpdias
 
Sintomático: recebi muitas sms's desse teor. Se já mandas há 4 anos não é tanto capacidade profética, mas sim o clássico relógio parado que acerta 2 vezes ao dia :).
 
Correcção: depois do Sr. Artur Jorge sempre ouvi a reclamação de um "Benfica à Benfica" e não "à Porto", apesar desta ser uma excelente referência do futebol mundial :)
 
Faz muita falta um Porto á Porto...que já não se vê desde alguns anos...

Jesualdo nunca foi á Porto, venceu e ficou um ano a mais....

Paulo Bentizou o futebol do Porto pelo que não desejo Paulo Bento.

Tem que ser nacional... Villas Boas?
 
Carlos Brito
 
Domingos...
 

Enviar um comentário

Comentários



<< Home