Santana Lopes

As derrotas têm pouco poder de dissuasão em casos como o de Santana Lopes. Mais do que exercer os cargos a que se candidata, Santana Lopes gosta de se ver ao espelho na solenidade que eles conferem, já o sabíamos. Mas se acaso o poder lhe foge - o que tem acontecido e não por acaso - permanece nele o gozo pelo ritual político: pelos debates, pelas sondagens, pelas noites eleitorais e, claro, o gozo pela atenção mediática. Enquanto a democracia lhe oferecer as devidas doses de palanques, câmaras e microfones, não serão as derrotas a demovê-lo. As próximas autárquicas ainda vêm longe e Santana Lopes, obviamente, não vai aguentar tanto tempo sem ir a votos. Sporting, PSD, condomínio: tudo boas hipóteses.



<< Home