Ronaldo: top 10

O vídeo em baixo apresenta-se como uma das poucas tentativas sérias de reunir os dez melhores golos de Ronaldo. Valorizo tentativas sérias e eu próprio não adormeço sem tentar seriamente qualquer coisa. Fui buscar umas petitas de caju, preparei água tónica e respectivo, desliguei telemóvel e carreguei no play daquilo. Pode ser hoje, pensei. Pensei mal. Não obstante o valoroso reconhecimento daquele contra-ataque contra o Arsenal, a desilusão acabaria por prevalecer (dado comum às minhas tentativas sérias). Basicamente, este vídeo é feito para resultar persuasivamente junto de um público versado em castelhano, simpatizante de compilações sem Eminem em fundo, ignorante do que seja o Gin ou o futebol de um modo geral.

Comecemos pelo elementar: 1) A omissão do golo de cabeça contra a Roma devia envergonhar qualquer uploader amador do youtube quanto mais o editor de desporto de uma televisão que se faz cobrar (identifico nessa omissão um lamentável sintoma da tentação de definir os atributos de Ronaldo na narrativa estreita de explosão, velocidade, remate -- narrativa análoga daquela que, de um modo mais amplo, exclui os golos de de cabeça no cânone ocidental); 2) O golo contra o Porto, apesar de estrepitoso, jamais mereceria ser considerado o número 1. Desde logo porque, na secção dos remates inverosímeis, o livre do Portsmouth militaria sempre à frente. Além do mais, com a ausência de uma câmara frontal à baliza, o golo no Dragão ficou prejudicadíssimo pela espectacular incompetência da realização; 3) O golo contra a Arménia, [advérbio expressivo de indignação] colocado em segundo, resulta de uma finta ao alcance de qualquer Marco Ferreira, é simplesmente inacreditável que alguém imagine que ele pudesse fazer parte de um top 40 que fará do top 10. Bem, vejam lá o vídeo que até é esforçadinho. (Replay)

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home