Já se mandarem uns piropos altamente heterossexuais à enfermeira ficamos apaziguados

“Quando uma pessoa se apresenta assumidamente como homossexual e quer dar sangue, eu interpreto como uma provocação. Quem quer vir dar sangue não vem com esta atitude.” Presidente do Instituto Português do Sangue, em entrevista ao I.

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home