Avulsos

"No plano pessoal, Ronaldo cada vez mais se assemelha a um fedelho destituído de estofo suficiente para poder ser um exemplo humano razoável." CAA
Detesto ter que defender o Ronaldo, mas o deita-abaixo nas ladainhas moralistas enerva-me mais que a falta de consistência cénica do rapaz (a meu ver, o seu maior "defeito" -- ao contrário de outros, atenho-me à crítica da figura mediática).

Comentemos então o que nos diz o CAA sobre o "fedelho":

1º ponto: Tanto quanto sabemos, a família dele não dirá o mesmo, aliás, haverá poucas celebridades tão dedicadas à família. Um exemplo prosaico, podendo os jogadores seleccionar um familiar para festejar o título em campo, não me lembro de algum ter levado a mãe como fez Ronaldo passado Junho em Old Trafford (vide foto). Um gesto"exemplar", porventura.

2º Ponto: Fica por saber de que modo a fama, a fortuna e o assédio do mulherio moldariam o nosso carácter. E o do CAA, já agora.

3º Ponto: Em que alturas morais é que o CAA paira para julgar com tão agudo discernimento aquilo que deva ser "um exemplo humano razoável"?



<< Home