Parabéns Ronaldo

Não gostar do Cristiano Ronaldo é um luxo que eu deixo para quem, além do mínimo discernimento caracteriológico, tem uma vida para além do futebol. Da minha parte, como patético espectador, daqueles que, em directo, fazem sucessivas esperas aos momentos arte dos milionários da bola (pelo menos com a mesma frequência com que organizo buffets privados de caju), estou-lhe confrandedoramente devedor. Esqueçam o orgulho nacional (ele até podia ser madeirense), mas gosto muito de saber que tamanho jogador anda pelo campo eu enquanto trinco o meu caju. Perdemos o homem para ganhar o jogador? Excelente.

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home