Em jeito de homenagem


"o propósito de abolir o passado já aconteceu no passado e -- paradoxalmente -- é uma das provas de que o passado não se pode abolir." Jorge Luis Borges
Memória e gratidão. Au revoir, Quaresma.



<< Home