Milão



Bsm, Julho, 2008
Se as mãos que mais apetecem são variáveis e frequentemente efémeras, nada como uma medida padrão nesse respaldo ontológico do seio.



<< Home