Ferreira Leite

Começa a ficar claro que a postura de discrição discursiva e de negligência cénica (uma revolta em que a omissão e a a fuga às respostas assertivas se esgrimiriam contra a politiquice reinante), mais do que um statement anti-demagógico sobre o modo de fazer política, é, isso sim, a estratégia com que Ferreira Leite procura disfarçar uma funda incapacidade para alinhavar ideias (o que, convenhamos, seria importante para o debate democrático mas também para o cargo executivo a que se candidata). Fale ela do estado social, das obras públicas ou dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo, e a única coisa que nos pode ficar do que seja a sua "visão política" é a noção de um firme desconchavo. Numa palavra: fraquinha.



<< Home