Gestão danosa

Reitero e actualizo o que já aqui disse em tempos. A ser verdade que Pinto da Costa tentou comprar árbitros na época de 2003/2004, a pena de 2 anos seria sempre ridiculamente escassa. Não me refiro apenas ao juízo ético-legal sobre a distorção da verdade desportiva. Falo também do prejuízo do próprio Porto; é que nesse caso, além do óbvio ilícito, estaríamos também perante uma situação de gestão danosa: um presidente que , como se alega, tentasse comprar com árbitros na época que Mourinho esteve à frente do Porto, uma época em que o Porto não só passeou pelo campeonato como ganhou a Liga dos Campeões, estaria, muito claramente, a esbanjar dinheiro sem qualquer necessidade.

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home