Avulsos

"Suponho que o ponto mais detestável da ignominiosa falta de generosidade se atinja quando alguém cala, no momento oportuno, a admiração ou simples apreço que essa pessoa lhe merece. (...) Tornam-se tão mais abomináveis quanto mais legítima, autêntica e verdadeira, for a admiração que silenciam." Abel Barros Baptista, Revista Ler
Terei em minha defesa a sincera timidez que me acomete no momento do elogio (tête-a-tête). Por outro lado, é justo dizer, sinto que paulatinamente me estou a educar contra o pudor narcísico em fazer rebanho. Se tiver que ser.



<< Home