Suprema ironia

Suprema ironia que alguns dos auto-proclamados liberais da nossa praça (reconheço essa estatura a poucos, há ali muitos ultraconservadores undercover) -- sempre tão dispostos a ver o politicamente correcto como a inquisição do século XXI (a metáfora não é deles, como se deduz) -- capitulem perante a franqueza do Tiago Mendes: há quem tenha amuado e ameace abandonar o blogue. O Tiago Mendes é tipo de rara coragem, como é bom de ver. Agora é esperar para ver quais dos Atlânticos estão à altura das prerrogativas democráticas e pluralistas a que se ancorou o texto do Tiago. Não será uma ordália liberal, mas quase.



<< Home