Replay

Creio que chovo um pouco no molhado quando vos digo que me parece um pouco absurda a imposição de quotas de música portuguesa nas estações de rádio. Mas o que realmente me preocupa é a ausência e "quotas máximas" para alguns "autores" portugueses. Como muitas operadoras procuram juntar uma lógica de actualidade discográfica ao mediatismo popular dos intérpretes, são raros os 10 minutos em que João Pedro Pais (e quejandos) não passam pelo menos umas 3 vezes. Falo com autoridade: só ouço música na rádio quando por acaso apanho uma boleia ou naqueles poucos segundos que demoro a calar o rádio-despertador. O suficiente para perceber que poderemos estar perante uma grave questão de saúde pública.



<< Home