Avulsos

"---Eu próprio não tinha dúvidas sobre a sua existência [das armas de destruição massiva no Iraque] e certamente por não querer dar o braço a torcer, que não é a minha escola, ainda não estou inteiramente convencido sobre o que é que lhes aconteceu" (Pacheco Pereira).

"---Tudo na longa manutenção de prisão preventiva de Mário Machado é estranho e aponta para razões puramente políticas, o que é inadmissível numa democracia” (Pacheco Pereira).

---"Quando os instrumentos de medida que permitem comparar blogues, como o Page Rank, o Google Analytics ou o Technorati, teimam em colocar o Abrupto à frente, atacam os mensageiros, que "como todos sabem, não prestam". A prática deliberada de muitos blogues de fazerem ligações a tudo menos ao Abrupto assim como de citar sem "ligar", tem as suas consequências: o Abrupto é muito mais citado do que "ligado", como se verifica quando se faz uma procura pelo nome do blogue ou do seu autor." (Pacheco Pereira)
Este pequeno apanhado, rico em links para pasto do technorati do abrupto, revela que poderemos estar perante um outro Pacheco Pereira: o Pacheco Pereira tardio. O Pacheco Pereira tardio junta as qualidades que lhe eram conhecidas a um certo arrojo que lhe é novo. Este despudor que paulatinamente se vai tornando evidente transcende em muito a independência de opinião que se lhe arrolava como imagem de marca. A verdade é que assistimos, desde há algum tempo, ao efeito da completa perda de medo do ridículo.
E, já se sabe, quando alguém perde tão completamente o medo do ridículo podem acontecer muitas coisas.



<< Home