Pelas razões conhecidas

Agora sim, acho que era o momento ideal para demitir Scolari.


P.S. A Inglaterra ficou fora do Europeu. Fico triste pelo Beckham que ainda saiu do banco para fazer de salvador. Fico triste também porque desde a selecção de Humberto Coelho que as fases finais nos serviam o clássico Portugal-Inglaterra.
P.S.2. Parece que o Abramovich andou a prometer carros topo de gama aos jogadores da Croácia para que a Rússia se classificasse. Prevejo que os dias dele pelas bandas de Chelsea possam acabar em desastre.
P.S.3. A importância do Nuno Gomes joga-se a outro nível. É através dele que milhares de jogadores das distritais conseguem acreditar que a qualquer momento podem ser chamados para o 11 da Selecção nacional. Não deixa de ser impressionante a longevidade da carreira de Nuno Gomes nos grandes palcos, a titular ou com vastos minutos de jogo: não há treinador que não fique comovido pela sua anódina capacidade para fazer tabelas à entrada da área. Um estudo de caso.
P.S.4. Os comentadores da televisão falavam da noite desinspirada de Quaresma. Mas que jogo é que aqueles bananas estavam a ver? Que drogas os movem na arte do comentarismo? O jornalismo desportivo português tem uma vaga ideologia: a estupidez de frustrados que não sabem jogar à bola e não suportam a existência de jogadores geniais que arriscam partir tudo em todas as jogadas, a menos, claro, que sejam consagrados nalgum campeonato estrangeiro (O Ronaldo perdeu milhares bolas na primeira parte sempre a tentar arranques, mas para esse haja crédito infindo). Meus senhores jornalistas, metam esta merda na cabeça: o Quaresma é responsável por aproximadamente 70% do prazer emanado de qualquer jogo em que entre. Ontem esteve pelos 90%. As assistências e os golos são importantes e basta consultar as estatísticas para que se perceba que ele é muito mais consequente do que se propala (ou até os quilómetros corridos em campo para não virem com a história do négligée). Mas, por Alá!, não deixem que as vossas vidas cinzentas sejam a medida do jornalismo que produzem: haja um pouco de hedonismo e respeito por aquela colossal máquina de prazer.



<< Home