Pronto, pronto

Creio que cheguei a um momento em que me vejo na iminência de sacar da arma caso ouça defender enormidades racistas e outras pérolas libertárias em nome da risível cruzada contra o politicamente correcto. Será, claro, um tiro politicamente muitíssimo correcto: no meio dos olhos, para não ferir susceptibilidades.

[disclaimer: a minha pontaria é péssima]



<< Home