Falo

A mãe de Lara é uma feminista ciente de se ter constituído numa sociedade patriarcal. A opressão está tanto na lógica que sustenta o prestígio social como naquilo que dessa lógica lhe constitui a subjectividade. O seu moto de há anos não esquece o fracasso iniciático de uma autoria arrancada à hegemonia:
'Contra mim falo.'

Etiquetas:




<< Home