Meta-bloguices

No que a "patrimónios de interesse" diz respeito (diferente de exposição pessoal), a capacidade de fascínio de um(a) blogger também se afere pela vastidão daquilo que deixa fora do assador (para usar a metáfora quinitiana).
Há óbvios casos de low profile e de partilha minimalista (porque há práticas e interesses "culturais" que não se dão à partilha, porque "a minha vida não é isto", porque se preza uma atitude contra-exibicionista) . Há óbvios casos de bluff involuntário (esconde o "jogo" que nunca ninguém verá, e portanto, não se sabe se há jogo escondido).
Há óbvios casos em que o bluff é estudado (continuadamente partilha a existência de mundos que não partilha).
E há, naturalmente, casos de continuada partilha que percebemos incapazes de secar a fonte que corre noutro lugar.



<< Home