Do desbaratar

Com posts com este, Vital Moreira investe-se, paulatinamente, em desbaratar seu capital de credibilidade na análise da vida politico-partidária portuguesa. É todo um resvalar da economia discursiva para a estreiteza da trincheira:
1- Se objectivo é produzir uma opinião crítica, idiossincrática e credível (para não dizer independente) que beneficie a vitalidade democrática da opinião pública e lhe guarde autoridade/influência, está demasiado colado ao governo (as discordâncias, que as há, desculpará a frontalidade, não elidem este retrato que se vai tornando senso comum para quem o lê);
2- Se o objectivo é defender o governo, deveria intervir nesse sentido mais pontual e cirurgicamente para que o seu capital de credibilidade -- que o tem -- não se dilua completamente nos movimentos mecânicos esperáveis a um intelectual orgânico incrustado no aparelho do partido de poder.

Comments:

Enviar um comentário

Comentários



<< Home