A pedi-las

Claro. Pela lógica instalada mulher que lubrifique na violação consente um tanto, infante que tenha erecção mitiga a gravidade do abuso. Se as respostas dos genitais assumem tamanha monta, talvez uma monitorização das pilas dos juízes fosse útil para aferir da suas capacidades de arbitragem. Será que têm erecções quando lêem detalhadas descrições de situações de abuso ou violação sexual?



<< Home