Realismo trágico

Diz sir maradona:
"Não temos nada. A unica taça europeia que ganhámos foi extinta pela Uefa e a outra final a que fomos perdemos na nossa própria casa com um clube russo, valha-me deus! Acha que isto é normal? Que um gajo veja sair o melhor jogador da década de oitenta para o Porto a custo zero e o melhor jogador da década de 90 por 400 mil contos para o Barcelona? Que os ultimos dois grandes jogadores que formámos tenham dado um campeonato ao Benfica (Simão) e outro ao Porto (Quaresma)... acha isto normal? Pelo amor de deus, há que ter pena de nós mesmos, um mínimo de humildade, cristo."
Acrescento: Também não é normal que o outro, o Ronaldo, quase já não tenha jogadas de verde e branco naquelas colectâneas que aparecem no youtube -- com músicas horríveis -- em jeito de best of. Na colectânea de fim da carreira não terá nenhuma. Se o Sporting não consegue segurar talentos e dar-lhes um mínimo de uso (ou pelo menos deixá-los inflacionar) a questão de vender terrenos e prédios só peca por minimal. O futebol não se compadece com gestões profissionais e projectos de futuro. Se for preciso vender a academia de Alcochete para segurar um novo Quaresma que dela surja convém não hesitar.
P.s. Ler: "Fazemos outros" - Ideologia Sportinguista - um caso empírico.



<< Home