PNR/RTP

Que critério jornalístico leva a a RTP 2 a convidar o líder do PNR para o seu principal programa de informação a propósito das eleições intercalares de Lisboa? O brandir representatividade partidária será provavelmente o argumento. Agora, com um pouco de seriedade à mistura, interessa pensar porque é que a televisão pública divulga, sistemática e desproporcionadamente, todo o que é acção de um grupúsculo de expressão eleitoral residual cujos valores constituem uma agressão ontológica para centenas de milhares de telespectadores. É muito estranho.



<< Home