Adenda ao post anterior

(Resposta a um parágrafo daqui:)

Avaliar um filme por apelo a elementos extra-cinematográficos (não o fazer é uma óbvia impossibilidade) é diferente daquilo que seja descartar liminarmente um filme com base em argumentos extra-cinematográficos. A questão tem menos a ver com a hipotética definição de uma linha que demarcasse a coisa extra-cimetográfica. A questão reside na prevalência de preceitos que, por serem prévios ao filme, lhe são largamente estrangeiros/insensíveis. Preconceitos, pois.



<< Home