Dos "orgulhosamente sós" aos "pioneiros": questões de terminologia

Assunção Cristas: “temos que ser pioneiros nalguma coisa.” (Prós&Contras, pelo Não)
Cara doutora Cristas, permita que a corrija: se vamos manter uma lei que os outros mudaram não estamos a ser pioneiros. Estamos, quando muito, a ser singulares. Mas, sendo singulares, só o estamos a ser por apego a um passado que se tornou remoto para a demais Europa. Logo estamos do lado contrário dos pioneiros. Entendeu esta parte? Não tenho dúvidas que se o Não ganhar, como pretende, Portugal terá em breve a melhor indústria de aborto clandestino da Europa, algo de que certamente muito se orgulhará. Mas entenda, ainda assim não seria pioneira. Seria uma indústria singular.

Também publicado no Sim no Referendo



<< Home