IVG

Ó JCD, sendo tu, como afirmas, favorável à despenalização da IVG, quero jurar que me parece algo incompreensível (note-se o eufemismo na construção frásica) que o teu voto possa ser decidido pelo economicismo dos encargos para o Serviço Nacional de Saúde. Por muito que o salivar pavloviano anti-Estado tenha sobre ti o efeito bloguístico que se conhece, desde os saudosos tempos do Janquizinhos, tem lá juízo! Até porque, economicismo por economicismo, o teu voto “não” iria continuar a carregar o Serviço Nacional de Saúde de mulheres com azar ao aborto clandestino. E tu não queres isso. Fica caríssimo.



<< Home