Trejeitos de Publish

Ler. O que mais importa é a parte final: a percepção de como o hábito de blogosfera forja novos "maneirismos de linguagem" que vão alterar os registos de escrita discorridos noutros lugares.

Assim às primeiras eu diria que escrever na blogosfera - um meio que visa uma variedade de públicos e convida a uma diversidade de tons - só pode fazer bem a uma escrita demasiado especializada, ensinada a sobreviver num meio fechado (a academia será a expressão mais óbvia desta tendência). Estamos, creio, perante um movimento de retorno dos tais becos evolutivos de que Darwin nos falava.

p.s.Esta reflexão não negligencia aquilo que são os atractivos imanentes às idiossincrasias estilísticas, muito menos constâncias de tom que são a marca, o mérito e a identidade de muitos blogs.



<< Home