O comovente ocaso da fé bélica

Do Público: (…) Estamos onde estamos, porque a diplomacia só é efectiva, se acompanhada por uma ameaça credível. Não a ameaça de uma intervenção militar [ao Irão], cenário que só um lunático pode defender (…)
José Manuel Fernandes

Sim, porque naquilo do Iraque o lunatismo do apelo às granadas foi reduzidíssimo.



<< Home