Co Adriaanse

Luís, o homem é divertido, mas o que me desconsola é que os adversários europeus do Porto também acham um fartote às lições de Co Adriaanse. CA arvora-se de último lírico da bola para se colar ao estatuto de inimputável. Repare-se. Depois de duas derrotas em que o Porto sofreu 6 golos, os jornalistas perguntam ao holandês como alcançar então o caminho das vitórias. A resposta: "Comprando um bom avançado". (seis golos sofridos, mas tudo se resolve com um bom avançado que marque 4 golos por jogo).

Mais, quando lhe perguntam o óbvio, ou seja, se o sistema táctico que até deu para ganhar o campeonato nacional português tem alguma hipótese no futebol internacional, CA vota-se ao mais triste solipsimo: "Não vi os jogos do último Campeonato do Mundo. Tenho as minhas ideias e não as mudo. Não quis ver o Mundial para que as minhas ideias não corressem o risco de mudarem para o lado errado".



<< Home