A ética do fracasso


As ruas passeadas por afluente euforia e eu, vagueando, vago, numa melancolia súbdita da perdida Argentina. Sorrisos, gritos, buzinas, mulheres vistosas, flores, tops, peitos nus, homens querentes, beijos, cerveja. Ainda tentei esboçar uma inveja senhora de si. Venceu o terno deleite; mais forte o prazer de ver a minha triste história encenada ante o drama da folia urbana.



<< Home