O amante pródigo II

Na paixão fomos pródigos, não para nós, mas para a solidão já próxima. Borges

Elizabeth Insogna, Where She Lies



<< Home