Contemplação e masoquismo

Para quem, como eu, nunca jogará futebol acima de um determinado nível - o nível dos pavilhões de província tri-semanalmente alugados à hora - o golo do Maxi Rodriguez constitui tanto um deslumbre como uma humilhação.
Mas não importa, o futebol assim, como continuada flagelação pessoal que nos lembra os golos que nunca marcaremos, é ainda mais belo.



<< Home