Ilhas de História

Islands of History, Marshall Sahlins. Um livro fascinante que nos conta como o Capitão Cook terá sido recebido como um deus pelos havaianos. Consta que, por celebrarem naqueles dias o ritual da vinda do deus Lono, ao verem chegar Cook, volteando-se nos conformes, logo o acolherem como deus. De um deus se despediram. E seria esta a história não fora um problema no mastro obrigar Cook a regressar. Essa última aportagem dá-se fora do calendário da divina espera e, por abastado sortilégo, haveria de se instaurar o caos, a adoração transformar-se em rejeição, assim se espoletando uma gravosa quebra na ontologia cultural havaiana. Resultado: Cook é assassinado.

Esta é a narrativa histórica ao serviço da teorização antropológica de Sahlins.
Há quem discorde, o debate está aí. É dele que nos fala em aturada prosa o Luís Quintais.



<< Home