As leis do Abrupto

Ao contrário do que por aí tenho lido, e perdoem esta contra-vaga, acho bastante graça e pertinência ao exercício em que Pacheco Pereira se deu a esboçar umas quantas leis sobre a blogosfera. Longe um melindre sobre a imposição de leis que nos submetem, que por aí perpassa, encontro ali temas que inspiram interessante discussão. Trata-se como é óbvio de uma deriva reflexiva, marcadamente subjectiva, que usa o tom presunçoso de lei para uma realidade demasiado ampla e diversa. No entanto a formulação da lei mais não faz do que se arrogar provocativa e instigante, daí não vem mal ao mundo e talvez troquemos umas ideias sobre o assunto. Conto por isso reflectir sobre algumas das leis. Matarei assim saudades do Metablogue, projecto em que um dia me envolvi pelas graças do JPN e do João Nogueira. Até já.

Curiosas similitudes: believe it or not li este post do João Morgado Fernandes depois de escrever este post.



<< Home