Regresso


Até a guerra tem uma ética. Até a guerra tem a convenção de Genebra. Apenas a tampa não tem uma ética. As pessoas são amadas e tratam quem as ama como macaquinhos amestrados.
Pedro Mexia
Bem piores que as tampas, quero crer, sãos as "alianças" alicerçadas nesse mesmo vazio ético. Muitos são os namoros e casórios que assentam numa lógica de vassalagem, neles sendo facilmente descortináveis os papéis de amo (amado) e "amador" (vassalo). O amo está lá porque se sente aconchegado nos confortos (emocionais e outros) do amor servil. Já o vassalo, e aqui jaz a triste ironia, cingido ao amor, é o único que alimenta um imaginário romântico, é o único que a vida traz junto de quem ama. A estrutura da opressão depende desse incansável apego. Apego romanticamente elaborado, não pela natureza da relação, mas pelo investimento sentimental de uma das partes. E assim, caro Wilde, e assim se vão cavando as comunicações privilegiadas entre valas e estrelas.



<< Home