"Fique com o troco"

A rapariga não quis receber os dois cêntimos: “Deixe lá estar isso”, disse.
Não foi generosidade que se ficou com o troco, percebeu-se pela voz lassa, foi uma desistência profunda de tudo. “Deixe lá estar isso”. Assim mesmo. Estávamos na pastelaria e ela tinha comprado um bolo cheio de creme e 2 pães. Só os solitários condoídos compram dois pães pela manhã. Se lhe entregassem o boletim premiado do euromilhões certamente diria «deixa lá estar isso» com a mesma indolência de alma com que um dia se deixou cair. Adivinhamos. Pedi um Ice Tea e esperei pelos poucos cêntimos de troco. Não por convicção, mas não quis deixar sinais de negligência para outros devolutos desta vida



<< Home