40º à sombra

Sobre o duelo ontológico e filogenético com a aspereza dos elementos:
"Socorro, alguém me tire daqui!"



<< Home