"Povo de Merda"

Sempre admirei a arte transcendente daqueles que sabem interpretar o sentir de um povo sem precisar de o ouvir. Chama-se a isso, muito eufemisticamente, a hermenêutica dos iluminados. Dizia Helena Matos: "Os portugueses sentem este referendo [aborto] como absolutamente inútil. Não o querem hoje". Pois bem. Repare-se como numa estocada simples o João Morgado a reveste do devido ridículo.



<< Home