O nome do pai

Hoje em dia é já grande a percentagem de mulheres que recusa adendar o apelido do marido ao seu "nome de nascimento". A portentosa ironia, expressão do quão carcerárias são as lógicas patriarcais que os tempos que nos doam em herança, é que a mulher casadoira opta, na verdade, entre acolher o nome do marido e preservar como apelido o nome do pai.



<< Home