O evangelho segundo Ximenes Belo (Act.)

Em tempos o Bispo Ximens Belo insurgiu-se contra as ONG's que actuavam em Timor. Motivo? Parece que as malvadas andavam a prestar aconselhamento sobre matérias e sexuais e a distribuir preservativos gratuitamente. Um escândalo em tão católico país. Agora a hierarquia católica local revolta-se contra o fim da obrigatoriedade da Religão e Moral. O povo nas ruas ao compasso das homilias exige a demissão do governo e a exoneração do primeiro ministro, Mari Alkatiri, um muçulmano cuja nomeação representou um sinal de maturidade democrática, pluralismo religioso e reconhecimento do carácter laico do Estado. O que é triste é que a Igreja católica use o capital simbólico e político que justamente adquiriu na luta contra a ocupação Indonésia. Está na hora, parece-me, de alguém lhe arranjar um Estado para poder brincar às teocracias. Ou então, para que se sintam em "casa", Vaticano com eles.



<< Home