Guronzan

Deixem-se de merdas, é para liberalizar é para liberalizar.
Guronzan e a Pílula do dia seguinte. Para quando em pack nos hipermercados?

Piada reacça do mês. Miséria. Agora a sério. Defendo que de modo algum dever ser questionada a venda livre das pílulas do dia seguinte. Certamente que há muitos medicamentos que comportam perigos quando utilizados de um modo desinformado. Deve, por isso, e consoante é proposto, haver um aconselhamento técnico especializado onde quer que se vendam medicamentos que não carecem de receita médica. Ou então, se -- e só se -- esta condição não se verificar de um modo cabal, deverão equacionar-se restrições na venda de determinados "medicamentos livres" fora das farmácias. Não venham os conservadores do costume tentar "baralhar para dar de novo".
Comentários originais (35)



<< Home