Está tudo dito

Santanista convicta, diz Marina Mota, entristecida, sobre o resultado eleitoral: "ele foi crucificado, mas cristo também e hoje há muitos cristãos".

Para mim esta reflexão, sintetiza o que foi a passagem de Santana Lopes pelas altas lides da política nacional: um homem que sinceramente se crê o messias incompreendido, um injustiçado pelo mundo, mas que, ainda assim, conta no seu séquito com a fé militante de figuras como Marina Mota ou Luís Delgado.



<< Home