Ao virar da esquina

- Olha, tu é que és o "avatares"?
- ... quer dizer ... Vagamente.
A pergunta de um rapaz, amigo de alguém que me conhecia, quiçá surpreendido pela minha tez. Ainda pensei em mentir e dizer que sim, que sou o tal. Mas quis ser honesto.

Logo fiz alguns acrescentos àquele "vagamente" que, embora sincero, por si só seria um tanto ao quanto pseudo. Foi o suficiente para a uma agradável conversa. Nela pude explicar que, apesar da visibilidade de alguns temas emblemáticos, há aqui mais posts sobre sentimentos do que sobre outra coisa qualquer. Ninguém parece acreditar.



<< Home